Home
 Corpo Editorial
 Informações aos Autores
 Educação Médica
 Artigos de Atualização
 PEC - SBC
 Banco de Teses
 Diretrizes
 Galeria dos Editores
 Fale aos Editores
 Edições Anteriores
 Links
 Cadastre-se
TÚNEL DO TEMPO
 Arquivos de Ontem-Hoje
Veja nos Arquivos Brasileiros de Cardiologia o artigo do Dr. Paulo J. Moffa publicado em junho de 1979 e o comentário do Dr. João Tranchesi.
 Sócio da SBC, utilize
 seu e-mail e senha
 do Cardiol. 
   
 email:  
 senha:  
 Está com dúvidas?

   

 Não Sócio da SBC: caso
 ainda não tenha se
 cadastrado, clique no
 botão abaixo.
Assista à entrevista do
Dr. Rafael Leite Luna que preparamos para você.
 TÓPICOS DA HISTÓRIA DA CARDIOLOGIA
Veja Aqui a História da Cardiologia.

Grupo de Estudos de Eletrocardiografia da SBC. Confira o ECG do mês.

 PRÁTICA CLÍNICA
BASEADA EM EVIDÊNCIAS 
Veja Aqui os artigos de prática clínica.
 PESQUISA

Você utiliza de rotina as diretrizes da SBC ?
sim
não

Na sua prática clínica em cada 100 pacientes com IAM quantos apresentam IAM com supra de ST?
< 20 %
20-40 %
40-60 % 
> 60 %

   Arquivos Brasileiros de Cardiologia

 Túnel do Tempo    



  Veja o artigo do Dr. João Tranchesi publicado em Junho de 1979 nos  Arquivos Brasileiros de  Cardiologia.

 Artigo / Article Veja o Artigo  "BLOQUEIO DA DIVISÃO ÂNTERO-MEDIAL DO RAMO ESQUERDO DO FEIXE HIS NAS CORONARIOPATIAS. CARACTERIZAÇÃO VECTORGRADIOGRÁFICA"

COMENTÁRIOS DO REDATOR HISTÓRICO: 

Dr. João Tranchesi (Redator Histórico)


Comentários do Redator Histórico

"Este trabalho, idealizado e realizado pelo Professor João Tranchesi, foi concluído por seus colaboradores, como homenagem póstuma à dedicação e à amizade daquele
que se imortalizou no campo da eletrocardiografia."

Publicado em 1979, o trabalho descreve o padrão eletrovectorcardiográfico do bloqueio da divisão ântero-medial (BDAM), apoiado nas novas contribuições que identificaram como tri e não bifascicular a divisão do ramo esquerdo do feixe de His e a comprovação eletrofisiológica da projeção para diante e para a esquerda da alça vectorcardiográfica, no plano horizontal, neste tipo de bloqueio.

A aceitação dos critérios eletrovectorcardiográficos e sua importância clínica, encontraram, por algum tempo, resistências na área internacional, justificando as posteriores pesquisas, realizadas por discipulos de Tranchesi, como "Bloqueio do Fasciculo Médio-(Septal) e a Doença Coronáriana", apresentado no XXIII Congresso Internacional de Eletrocardiografia, em Cleveland, Ohio, USA, em agosto de 1996. Pelo menos dois sinais eletrovectorcardiográficos de importância no diagnóstico do BDAM foram reconhecidos. Pelo Professor Silvestre, componente da mesa de debates, identificando casos semelhantes, durante monitorização eletrocardiográfica, com ondas R amplas em V1 e V2 e, pelo Professor Peter MacFarlane, Presidente da Sociedade Internacional de Eletrocardiografia, constatando e correlacionando sinais de BDAM com dados clínicos, implicações progmáticas e, em especial, a intermitência do fenômeno elétrico. Finalmente, a ampla vivência da Divisão de eletrocardiografia do INCOR-HC-FMUSP com BDAM na doença de Chagas, possibilitou uma nova contribuição "Mapeamento Endocardico de Cinco (5) Pacientes com Típico ECG de Bloqueio do Fascículo Médio (septal) Esquerdo", apresentado no XXVIII Congresso Internacional de Eletrocardiografia, em Guarujá, S.P. que, após amplo debate e seu reconhecimento cientifico, foi publicado no "Jornal de Eletrocardiografia, consagrando as idéias de Tranchesi, por seus ex-discípulos em seu ex-serviço.

 

 

 

Voltar

 
 Fale com o Cardiol.br Sociedade Brasileira de Cardiologia, 1996 - 2019, Todos os direitos reservados